O valor do seu serviço

Hoje vi um “pacote de criação de um site” super completo por um valor irrisório e não resisti e tive que fazer essas perguntas à vendedora:


“É sério isso? Quanto custa sua hora de trabalho? Você investiu em algum curso, faculdade, programa, equipamento ou qualquer coisa como ferramenta de trabalho? Quanto você tem de despesas para entregar um produto assim?

Você paga internet, hospedagem, registro do domínio, água, luz, telefone, celular ou coisas desse tipo q geralmente são básicas para trabalhar e devem estar inclusas no custo do produto? Desculpa, não tenho nada a ver com o seu serviço, mas mesmo sendo freelancer, você deve pensar bem na composição do valor dos serviços que oferece, ou vai estar pagando pra trabalhar.”

E é esse o meu questionamento hoje. Apesar da grande concorrência e da chuva de pessoas que se dizem profissionais, apesar de não ter qualificação e nem conhecimento para tanto, reduzir o preço de um produto/serviço até ficar abaixo do mercado te faz conseguir clientes que vão ocupar todo o seu tempo e manter o seu caixa vazio.
Vai chegar um momento que você vai ver que está trabalhando em vão, porque trabalha muito e o que recebe, muito mal paga o que você investe para trabalhar.

Não tenho medo desse tipo de concorrência, tenho pena, porque são empresas e empresários que apenas estão tirando clientes potenciais do mercado, não crescem e impedem que outras empresas cresçam.

X